Colaboladores|Links|Sobre|home
Pandora Nº 1
Novembro de 2007
"A aula de meus sonhos"
Pandora Nº 3
Agosto de 2008
"Os poemas de Jose
Bruno Linares"
Pandora Nº 5
Novembro de 2008
"As virtudes na
sala de aula"
Pandora Nº 7
Junho de 2009
"Razão & sensiblidade
em sala de aula"
Pandora Nº 9
Agosto de 2009
"Educação, Mídia e Cultura"
Pandora Nº 11
Outubro de 2009
“Latino-América: a dinâmica educacional”
Pandora Nº 13
Dezembro de 2009
"Aristóteles"
Pandora Nº 15
Fevereiro de 2010
“Friedrich Nietzsche por Ângela Zamora”

Pandora Nº 17
Abril de 2010
"LIBRAS: Língua
Brasileira de Sinais"
Pandora Nº 19
Junho de 2010
“Literatura e
Exílio”
Pandora Nº 21
Agosto de 2010
“Inundada de Luz”
Poemas de amor e
filosofia episódica
Pandora Nº 2
Junho de 2008
"A se eu fosse..."
Pandora Nº 4
Setembro de 2008
"Jean-Paul Sartre
A noção de beleza"
Pandora Nº 6
Março de 2009
"Violência"

Pandora Nº 8
Julho de 2009
"Filosofia Medieval"

Pandora Nº 10
Setembro de 2009
"Fragmentos de Ternura, Filosofia e Desterro"
Pandora Nº 12
Novembro de 2009
"O Duplo"

Pandora Nº 14
Janeiro de 2010
"Miguel de Unamuno"
Pandora Nº 16
Março de 2010
“Mulher e Poesia:
sabedoria
e sentimento”
Pandora Nº 18
Maio de 2010
"A Modernidade
em Questão"
Pandora Nº 20
Julho de 2010
"O professor em e
além da sala de aula”

Pandora Nº 22
Setembro de 2010
"Jogo & Cultura"

Revista Pandora Brasil
Nº 8 - Julho de 2009
Filosofia & Literatura

ISSN 2175-3318

Filosofia Medieval

Apresentação.


“De fato não damos o nome de filósofos a quaisquer estudiosos, mas apenas aos sábios cuja inteligência se aprofunda na consideração das questões mais sutis.”

Estas palavras com as quais o filosofo Pedro Abelardo começaram sua Logica Ingredientibus (Lógica para Principiantes), são possivelmente as que melhor definem o que foi a Flosofia Medieval.

Convencionou-se localizar o inicio da Idade Média com a queda do Império Romano do Ocidente (476 d.C.) e seu fim com a tomada de Constantinopla pelos Turcos (1453 d.C.). Este período de quase dez séculos foi rico e fecundo em labor filosófica: num primeiro momento na preservação da herança recebida da antiguidade, principalmente na copia de textos antigos. O segundo momento foi a Filosofia das Escolas ou Escolástica. Período que se caracterizou pelos formidáveis trabalhos de comentário e sínteses das obras de Aristóteles. E pelas monumentais obras dos filósofos cristãos, nas quais eles pensaram filosoficamente os grandes temas da teologia, juntamente com os temas clássicos da filosofia. Muitas destas obras, além de seu intrínseco mérito filosófico, também são dum grande valor literário

A principal contribuição do período medieval para a cultura universal foi a criação das Universidades. Instituições que ainda continuam vigorosas.

Neste número de pandora Brasil apresentamos alguns aspectos do pensamento filosófico medieval.


Boa leitura e um abraço

Dr. Jorge Luis Gutiérrez

 



Sumário - Revista Pandora Brasil Nº 8 - Filosofia Medieval
O “livre querer” e o mal no pensamento teológico em Confissões
Suelma de Souza Moraes
Avicena e a “Filosofia Oriental”
Cecilia Cintra Cavaleiro de Macedo
A Cidade de Deus como fundadora da hegemonia católica na idade média
Glauber Freire
O tempo, concepções filosóficas medievais
Haroldo Charles
Heidegger e a Teoria do Conhecimento de Santo Agostinho: Verdade Suprema.
Márcia Guimarães Rivas
Entre dois amores: o amor e a vida na filosofia de santo Agostinho
Jorge Luis Gutiérrez
Pedro Abelardo e o diálogo entre culturas: um desafio filosófico medieval - Dialogus inter Philosophum, Judaeum et Christianum
Jorge Luis Gutiérrez


Todas as edições da Revista Pandora Brasil.





©Todos direitos reservados.